Fusca “Série Bravo”, alguém conhece?

Na  produção do Fusca no Brasil e de seus “derivados” equipados com o motor VW boxer arrefecido a ar, existem aspectos que apresentam peculiaridades que, talvez por falta de esclarecimentos maiores e de definições por parte do fabricante, acabaram fazendo parte da “mitologia do boca a boca” e, não raro, causam longas discussões.

Hugo Bueno, um competente “detetive antigomobilista” de primeira ordem — observador e detalhista por excelência— acabou deslindando alguns destes itens à custa de muita pesquisa, observação e, às vezes, um pouco de sorte fez algumas importantes descobertas, e vamos começar com o “Fusca Série Bravo”. Matéria continua aqui.

AG-44-Foto-06

 

Anúncios

3 comentários sobre “Fusca “Série Bravo”, alguém conhece?

  1. Na verdade, esse Fusca era pra ser mais um modelo pra somar aos outros na gama da Volkswagen, porém, como naquela época não existia pesquisa de mercado, esse modelo foi um fracasso, pois na verdade o que o povo de fato queria era justamente o oposto do “série bravo”, ou seja, um Fusca com acabamento luxuoso, mas econômico, ai dois anos depois a Volks lançou o 1300 L e nem preciso dizer o sucesso que essa versão teve.

    Curtido por 1 pessoa

    1. O fracasso se deveu à pouca diferença de preço entre o Standard e o Luxo , tenho um que meu pai tirou zero Km , na nota veio como ” Fuscão Básico” e meu pai , só o comprou , para não pegar fila de espera ( de cerca de 6 meses) para pegar um luxo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s