COMPARATIVO: FUSCA X FIAT 147 X BRASÍLIA X CHEVETTE – Relembre.

O 147 estava em alta e ao lado dele outros quatro compactos disputavam a preferência do público e ocupavam a maior fatia do mercado: Volkswagen 1300 L e 1600 (antes de ambos serem oficialmente chamados de Fusca), Brasília e Chevette. Escolher um dos cinco significava uma boa compra. No ano em que a lei do divórcio foi sancionada no país, não haveria riscos de o proprietário se casar para sempre com um desses carros: era fácil revendê-los.

Matéria continua aqui.

Anúncios

4 comentários sobre “COMPARATIVO: FUSCA X FIAT 147 X BRASÍLIA X CHEVETTE – Relembre.

  1. A Quatro Rodas na época vivia dizendo que o Fusca tinha “estilo ultrapassado” e “mecânica antiquada” e rasgava elogios à porcaria do 147, só se esquecia que o Fusca era o que tinha a mecânica mais confiável, o maior valor de revenda, era o mais vendido e era o que se saia melhor em estradas de terra e/ou terrenos difíceis enquanto que o 147 de projeto “mudéééérnu” tinha uma mecânica frágil, um câmbio que era uma desgraça e era conhecido como “o terror dos mecânicos”, mas enfim… para a Quatro Rodas o 147 era maravilhoso… 😛 😛 😛 😛

    Curtido por 1 pessoa

  2. O 147 foi um ícone que levou toda industria nacional a “copiar” ou ficar fora do mercado, estava extreando em solo brasileiro campeão mundial de estradas ruins, mesmo assim foi forte o suficiente para os parâmetros da época, seu robusto motor mostrou que certos motores estavam com os dias contados. Mecânicos ignorantes que não aceitavam se atualizar, falavam mal dele, os demais talvez ainda estejam na ativa.

    Curtir

    1. Oh oh… fã de 147 detected…

      Enfim… só sei que minha falecida tia tinha um 147 que deu duas alegrias para ela: no dia em que comprou e no dia em que vendeu, pois ela vivia reclamando do câmbio do carro que era uma desgraça assim como da mecânica do mesmo, ela só parou de reclamar no dia em que trocou o 147 por uma Brasília, ai foi só alegria é como eu disse… dos pouco mais de 3 milhões de Fuscas que foram feitos aqui no Brasil, pode por pelo menos uns 60% ainda estejam rodando firmes e fortes por ai independente do seu estado de conservação, isso porque não citei os derivados do Fusca, quanto aos 147… talvez eles ainda estejam na ativa… 😉 😉 😉 😉

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s